CONFIRA O QUE ACONTECEU NA 2ª SESSÃO DO LEGISLATIVO DE ASSIS BRASIL

por Antonia Nascimento publicado 09/03/2020 12h14, última modificação 09/03/2020 12h14
Discursos dos Vereadores na Tribuna

1 WENDELL GONÇALVES (PL)

Falou sobre as indicações que fez, citando que a pedido de muitas pessoas ele e Gilda, fizeram indicação, para que a Prefeitura faça banco no lugar da parte da frente do muro que separa a Prefeitura da Câmara, pois dessa forma irá melhorar a visibilidade nos dias de eventos cívicos. Outra indicação foi para que a Prefeitura faça estudo de viabilidade para abertura de uma rua traseira que uma as ruas 1 até a 8 no bairro Bela Vista ou se não for possível, que faça pelo menos um retorno, porque de acordo com ele em uma emergência, com o SAMU ou Polícia Militar não dá para fazer o veículo retornar. Explicou também outra solicitação que fez para Prefeitura abrir acesso do Bela Vista ao km 02, fazendo a interligação das dos dois bairros, uma vez que os moradores atualmente têm que fazer todo o percurso pela BR, sendo que poderiam simplesmente ir de um bairro direto para o outro. Sua terceira indicação foi para que a Prefeitura faça escadinha na subida da passarela que liga o Brasil, nisto destacou que este foi um pedido do senhor saudoso Jorge Mizael. No demais, acrescentou que estará fazendo indicação para reativação da carrocinha, pois vê muitos cachorros soltos nas ruas e estes rasgam o lixo, deixando feia a visão da cidade. Mudando de assunto, contou que esteve com o Prefeito e foi informado de que a Educação Estadual estará solicitando a cessão de um espaço para construção de cívico militar. Nisto destacou que dentre poucos municípios, Assis Brasil foi contemplado. Finalizou destacando saber que foi de bom grado que a Secretaria de educação veio se instalar na câmara, mas está tirando a privacidade do Vereador. Contou que muitas vezes chegam à Casa e não têm um local para atender o povo, pois o auditório, a sala da presidência e os outros espaços estão sempre ocupados. Vamos ver o que vamos fazer em relação a isso. Falou sobre as indicações, destacando que muitas das da Vereadora Toinha foram atendidas, e pediu a receita para que as suas também sejam atendidas. Sobre viagem que Prefeito fez ao Rio de Janeiro sobre saneamento básico, destacando que é um projeto que para acontecer, o Prefeito precisa fazer alteração na Lei Municipal, no que pediu aos demais Vereadores que quando o Projeto chegue à Casa, que seja estudado o mais rápido possível porque é algo que vai beneficiar a comunidade. Referindo-se à Presidente, ressaltou que em nenhum momento pediu para que o núcleo fosse retirado das instalações do Legislativo, apenas falou do seu ponto de vista e como se sente em relação a isso. E referindo-se ao exemplo citado pela Presidente, destacou que em momento algum iria pedir para ela desocupar sua sala para ser usada por ele. Disse ainda que reclamou porque a demanda da educação é muito grande e muitas vezes chega no legislativo e está lotado, sem ter lugar para os Vereadores se reunirem.

 

2 PAULO SALES (PP)

Reforçou o discurso do Vereador Tchero, destacando que não foi perguntado se podia ou não podia ceder sala para o núcleo, e parece que o Vereador não tem muita vez na Casa, parece que tem um dono ou uma dona, disse que as coisas deveriam ser mais democráticas. Fez reclamações a respeito da escuridão nas ruas, sem contar os buracos, no que destacou que ano passado foi muito cobrado e mostrado alternativas. Disse que todos pagam iluminação pública e precisam de iluminação nas ruas, já com relação aos buracos nas ruas, é mais complicado porque precisa de dinheiro de emendas, mas iluminação não. Disse que é uma vergonha quando tem velório no sindicato porque é uma escuridão terrível. Disse que estará deixando a Casa, porque está querendo liberdade e Vereador hoje quando sai na rua é um saco de pancadas, quero ser um cidadão comum para ter o direito de sair nas ruas sem pegar tantas cobranças. No que questionou o Prefeito, para onde está indo o dinheiro da iluminação pública, que não está beneficiando as pessoas de bem. Falou sobre suas duas indicações, uma reiterando solicitação de escola no seringal Guanabara, que é muito necessária, lamenta a situação daquela comunidade porque são pessoas boas e amigas que sempre recebem bem a todos, mas não tem uma escola para atender as crianças. Nisto ao Prefeito que faça pelo menos uma escola simples, uma casinha 6mX6m mas que acolha quem precisa. A respeito da indicação da entrega dos terrenos, destacou que pediu a agilidade na entrega, pois a população precisa dos terrenos, uma vez que estão a mais de quatro anos à espera. População quer aproveitar o verão para construir suas casinhas. Ao final solicitou que seja feito logo a entrega, que não deixe para a época da eleição, para atender a demanda do povo. Falou das perseguições que as pessoas estão enfrentando, enfatizou o caso do professor Jerry que sofreu perseguição do Município e também do Estado em relação às aulas de complementação. Mudando de tema, disse que vê hoje a Prefeitura com cabides de empregos para alguns Vereadores e outros parecem até que não existem. Finalizou relatando sobre pessoas que estão em emprego hoje e não pisam nem no chão, sendo que mal sabem que as coisas são temporárias, por isso que ele gosta da democracia e depois disse que gostou do trabalho da Vereadora Gilda frente à Câmara Municipal

 

3 CLÁUDIA GONÇALVES (PSD)

Falou de suas indicações, sendo uma quadra para o km 02, aonde destacou que ali tem uma quadra de areia que as crianças e adultos brincam, então precisa ser construído uma estrutura de quadra de verdade por parte do poder público. Depois discorreu sobre a escuridão, principalmente no bairro Bela Vista, no que destacou ter conversado como o Prefeito e ter sido informada que a energisa estará dando pontos com lâmpadas leds, então estão no aguardo. No que a Vereadora solicitou que seja feito trabalho de emergência no Bela Vista porque tem alguns pontos apenas que tem lâmpadas funcionando. Acrescentou que cobrou do Prefeito a manutenção de buracos, em especial o que fica próximo da escola Maria Ferreira, tendo em vista que as aulas irão iniciar e quando chove fica empossado e as crianças passam por ali e chegam na escola sujos de lama; No que o Prefeito se comprometeu em sanar tal problema. Mudando de assunto, a Casa não está bagunçada, disse que não vê desse jeito, porque alguns Vereadores sim foram consultados quando foi para a Professora Ivanir ocupar uma sala na Câmara. Contou que Ivanir chegou de mãos atadas sem ter para onde ir com o seu pessoal enquanto o núcleo é reformado, então perguntou se podia usar alguma sala, no que Cláudia dispôs a sala da presidência,  destacando que a sala era pouco usada e consultou alguns vereadores que vieram à Câmara. Retrucou que infelizmente nem todos os Vereadores vem à Casa diariamente, então não dá para consultar todos. Fez desfecho do assunto enfatizando que tem decisões que não precisa ser tomada por todos os Vereadores, pois acha que consultar alguns Vereadores já é suficiente. No que pautou que não irá pedir de volta a sala que emprestou ao núcleo, enquanto a reforma do mesmo não tiver pronta. Indagou que se fosse ela a Presidente que estivesse na sala e os Vereadores chegassem para conversar, ela teria que sair? Respondeu dizendo que não tem possibilidades disso acontecer. Acrescentou que vai ter paciência até o núcleo terminar sua reforma. Além disso alfinetou que tem vereadores que não vão á Câmara sequer para votar projeto importante para a população. Voltando ao assunto de participação das demandas aos Vereadores, destacou que se fosse assim não precisava ter Presidente para tomar as decisões e é o Presidente quem responde por tudo, sendo que a Presidente é que assina documentos e responderá na justiça se for o caso. Disse que está havendo picuinhas na Casa e se Vereadores quiserem medir forças com ela, então vão medir, se for para arrastar o tapete de um ou de outro, ela também pode fazer do mesmo jeito. Encerrou o assunto dizendo para que todos tenham cuidado com o que dizem. Finalizou, contando que o Prefeito a procurou para ver a questão de derrubar o muro, nisto entraram em consenso que é preciso fazer um estudo para saber se irá ou não mexer na estrutura do prédio, no que o Prefeito ficou de mandar engenheiro para averiguar. Em seu entendimento o Vereador Wendell está se sentindo constrangido porque o Núcleo de Educação está usando uma sala no Legislativo e ele precisa do de espaço; quanto à Vereadora Toinha, discorda de seu discurso que não foi avisada, porque quando a Professora Ivanir fez o pedido para ocupar o espaço, a Vereadora chegou no exato momento e tudo lhe foi comunicado. Nisto a Presidente acha que a Vereadora tem amnésia, citando em outra situação, teve uma reunião com a presença da referida Vereadora e depois a mesma disse que não lembrava de ter participado de nada do que foi acordado na reunião. Não cortando conversa, disse que sua sala era pouco usada, por isso cedeu, enfatizando que o núcleo já era para ter sido entregue, mas por conta das chuvas ainda não foi. Destacou que as reformas que foram feitas antes, eram simples, mas a de agora é completa, então demanda mais tempo, e nisso o governo disse que não teria dinheiro para pagar aluguel, por isso que a sala do legislativo foi cedida ao Núcleo, e no tocante a Presidente deixou claro que jamais irá pedir para Ivanir sair do Legislativo com o seu pessoal.

 

4 TOINHA CAVALCANTE (PCdoB)

Fez das palavras do Vereador Tchero as suas, não querendo dizer que a Presidente tem que tirar o núcleo de educação de dentro da Câmara, mas que tem sido constrangedor, tem sim. No que citou exemplo de quando as pessoas procuram para ter ajuda há constrangimento. No demais relembrou que me 2011 e 2012 foi Presidente da Casa, ano em que foi construído o atual prédio, e a Câmara mesmo sem recursos alugou um prédio para se instalar. Em outras datas o núcleo passou por reformas e não precisou pedir sala da Câmara, no que destacou que na Escola Iriscélia tem várias salas que poderiam ser cedidas para funcionamento do núcleo. Também a Vereadora informou que não foi consultada sobre a sessão da sala da Câmara ao Núcleo. Acrescentou que muitas vezes chega na Casa e fica sem saber para onde ir porque não tem nenhuma sala desocupada. Disse não ter nada contra o Núcleo estar funcionando dentro da Câmara, mas o Estado tem condições de pagar aluguel de um espaço. Mudando de assunto, referiu-se ao discurso do Vereador Paulo, destacando que foi cortada a complementação do Jerry e o que mais lhe intriga é que ela própria vê que todos os dias têm salas de aulas a tarde que faltam professor e mesmo assim, um excelente professor como é o Jerry, foi retirado por questões políticas. Depois falou sobre sua indicação para o ramal do km 18, solicitando a construção de ponte que caiu e está impossibilitando a travessia, sendo que ali existe mais de 08 famílias que precisam da ponte. No demais parabenizou o Governo do Estado pelo transporte escolar, mas deixou observação que a maioria dos empresários do transporte são de fora, o que ameniza é que muitos dos contratados das empresas são filhos de Assis Brasil. Depois explanou que funcionária da educação foi demitida através de mensagem do whatsApp e acha isso uma falta de respeito, inclusive a pessoa foi procurar a Ivanir para conversar e não conseguiu porque alegaram que ela não era mais funcionária. Finalizou dizendo que o seletivo do Asinhas foi de fachada, porque todas as pessoas já estavam indicadas para passar no seletivo.

5 IVELINA MARQUES (PT)

Se colocou na posição da Presidente Cláudia, dizendo que quando assume a presidência além dos bônus também tem o ônus. Em relação a polêmica do Núcleo estar funcionando na Câmara, relembrou que havia uma cogitação de se fazer uma sala atrás da plenária, para uso dos Vereadores tais como reuniões etc. no entanto precisa ser avaliado por um engenheiro e precisa-se de dinheiro de emendas, fato que não é tão fácil. No tocante às reclamações de falta de espaço e constrangimento, destacou que se sente a vontade quando chega na Câmara, no que se refere a procurar a Maria ou a Angela e usar seus computadores para realizar algum trabalho, um documento ou o que seja, no entanto talvez nem todos se sintam assim. Destacou que a responsabilidade de estar mais presente na Câmara é da Mesa Diretora, apesar de que a presença de todos é importante para se fazer mais por dentro dos assuntos. Em relação às ruas, na rua do Fórum, um senhor colocou tijolos e resolveu o problema da rua. Disse que bom seria se todos os moradores pudessem ajudar tapando pequenos buracos antes de eles crescerem porque assim Assis Brasil não estaria da forma que está, assim como a Prefeitura também poderia ir tapando os buracos enquanto estivessem pequenos, depois também poderia fazer um mapeamento das ruas mais ruins e fazer trabalho de revitalização, que ao final de um ano a cidade estaria com maior qualidade. Disse que ouviu algumas pessoas dizerem que o prefeito é preguiçoso, mas a gente sabe que ele não é preguiçoso, ele tem se esforçado, o problema é que seu esforço não tem tido resultado visível à população. Mudando de assunto, parabenizou pela organização do Carnaval e reclamou que mesma ação deveria ter sido feita no ano novo e espera que seja feito para o 14 de Maio. No tocante, disse que estará fazendo indicação para fazer uma melhoria na praça com reforma e iluminação para o 14 de Maio. Sobre a obra do Mirante, Prefeito havia dito que haveria 2 projetos aonde a primeira parte era para compactação, para que não houvesse o risco de cair toda a estrutura e a segunda seria a construção da praça em sí, no que destacou que passando por ali, não vê nenhum trabalho de compactação sendo feito, nisto destacou que deve procurar o engenheiro para buscar maiores informações, pois a obra do mirante é muito importante para o município.

 

6 GILDA ALMEIDA (PL)

Parabenizou o nobre Vereador Paulo, por sua indicação solicitando urgência na entrega dos terrenos, apontando que já tem muito tempo que vem sendo remarcada a entrega desses lotes, desde o ex Prefeito Betinho. No tocante rogou a Zum que aconteça tal entrega antes que vença o prazo. Mudando de assunto endossou as palavras dos Vereadores Paulo, Wendell e Antônia, em relação ao que sentem por não terem espaço na Câmara para realização de reuniões, ou até mesmo estudos de projetos, no que destacou não estar pedindo que se expulse o núcleo, mas tem horas que realmente a situação fica complicada, pois ela está na Casa quase todos os dias. Nisto sugeriu que seja feita uma salinha para os Vereadores atrás da plenária. Acrescentou que não quer medir forças, nem enfrentar a Presidente, mas precisa de espaço para atender o povo e fazer outras ações inerentes ao papel do Vereador, enumerando que não se sente à vontade para atender o povo nos bancos do salão de entrada da Câmara. Relembrou que a Presidente conseguiu muitas coisas para o Legislativo, tais como microfones, computadores, telefone, ventiladores, construiu uma sala para o almoxarifado, dentre outras coisas, nisto parabenizou e disse que hoje está precisando de uma sala para os Vereadores. Falou também sobre os projetos que entraram na Casa semana passada, destacando que o Prefeito pediu para não ser votado ainda porque antes enviará o advogado Amós para conversar e explicar melhor o Projeto para os Vereadores. No que também informou que os Vereadores entraram em consenso de que não aprovariam mais projetos que chegassem à Casa encima da hora. Sobre a iluminação, buracos nas ruas, o Prefeito informou que está com quatro ruas licitadas, prontas para ser feito o trabalho, está esperando apenas dar uma estiada na chuva. Além disso Prefeito disse querer fazer a entrega do ginásio no 14 de Maio, e isso demonstra que ele não é preguiçoso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.