8ª SESSÃO NO LEGISLATIVO DE ASSIS BRASIL

por Antonia Nascimento publicado 31/08/2020 11h11, última modificação 31/08/2020 11h11
Confira as pautas!

1 PAULO SALES (PROS)

Relembrou as falas do Vereador Lazaro, na última sessão sobre os índios estarem abandonados, no que destacou que não são apenas os índios, mas os brancos também estão, principalmente do ramal. Depois disse que não seria mais candidato a Vereador, mas que sempre irá defender os Vereadores que concorrerão ao novo pleito, porque não existe vereador bom para um prefeito ruim. Nisto, alfinetou, dizendo que duvida se colocar o mesmo prefeito e outros vereadores se eles serão bons. Disse ainda que, ele tem uma história na Casa assim como seu pai também, e sabe por experiência, qual foi o prefeito mais ruim que esteve na gestão, e ele está de novo. No que advertiu que as pessoas abram o olho, porque se o mesmo se reeleger não vai ser diferente, vai ser pior, porque depois de se reeleger, vai viver a beira mar e não estará nem aí para a população. Disse que Assis Brasil tem que eleger pessoas do município. Mudando de assunto, falou sobre os ramais, disse que conversou com o secretário de obras, eperguntou se as máquinas iriam para o Icuriã, ele disse que sim e não foi, mas o fato é que pela afirmação do Secretário, ele saiu dando a notícia para o pessoal, dando informação falsa, mentindo no ramal por causa de um secretário de obras que mentiu dizendo que as máquinas iriam para o ramal e não foram. No tocante, afirmou que quando se corre atrás tem jeito de fazer as coisas, já quando não se tem vontade não tem jeito. Citou a prefeita de Brasiléia que está conseguindo muitas coisas para seu município, porque tem força de vontade e corre atrás. Finalizou contando que estará indo para o Catianã, trabalhar braçalmente para ajudar o povo, porque o povo unido faz as coisas, e eles próprios vão abrir ramal para poderem andar de moto e quadriciclo.

 

2 CLÁUDIA GONÇALVES (PSD)

Reclamou que tem muita gente fazendo campanha em cima do seu nome, dizendo que ela está dando piti porque anda muito preocupada com a campanha. E muitas vezes tem gente que fica julgando dizendo que ela não está doente, mas todos são sabedores que desde o início do ano que ela vem tendo problemas de saúde. Sobre o discurso do nobre Vereador Paulo, disse que não foi apenas ele quem mentiu, porque o mesmo aconteceu com ela, que após uma reunião lhe informaram que viria máquina para fazer o ramal do Icuriã e não foi. E com isso o ramal continua com problemas de trafegabilidade. Disse que já presenciou mulher grávida sofrendo e passando mal para vir até a cidade ter seu bebê. Acrescentou que ninguém mais está vendendo mercadorias no Icuriã, porque os comerciantes dizem que não compensa comprar as coisas para revender lá porque sai muito caro pagar frete de 1500 reais. Então as pessoas tem que se juntar de dois ou três para pagar toyoteiro e ele vir até a cidade comprar o que está faltando para não passarem necessidades. Esse ramal é aonde precisa ser melhorado porque é o maior ramal em relação a população. Mudando de assunto, falou sobre a questão da água, relembrando que reclamou sobre o assunto com o Vice-Governador, no dia em que ele visitou Assis Brasil, que estava uma tristeza a falta de água. E que agora, graças a Deus o problema foi solucionado e a população está agradecida. Finalizou dizendo que estava chegando equipe do DEPASA para fazer troca de bomba e que com isso não vai mais faltar água.

 

3 IVELINA MARQUES (PT)

Falou sobre a indicação que fez solicitando que a Prefeitura Municipal refaça o serviço do bueiro da Rua Eneide Batista, localizado próximo a borracharia do Izaque, tendo em vista que o supracitado bueiro foi colocado acima do nível dos terrenos e por consequência não está escoando a água. Destacou ainda que o mesmo, deverá ser recolocado 0,5 metros abaixo do nível da água. É um trabalho que foi feito mas não serviu de nada. Destacou que infelizmente esse problema acontece muito, porque os moradores fazem suas casas no nível da rua, e quando passa a pavimentação a rua sobe e as casas ficam por baixo. Informou que o Prefeito disse que iria resolver a situação, mas até o momento, ainda não o fez, por isso está fazendo a indicação. Dentre outras coisas a Vereadora falou também sobre a situação da rua Rafael Martins Leão, aonde conversou com o empresário responsável pela rua e o mesmo informou que não tem previsão de orçamento para fazer drenagem na rua, porque esse é um projeto de 2014, então os valores estão defasados, com isso o Prefeito precisaria usar recurso próprio para colocar a drenagem. Nisto destacou que está muito preocupada com essa situação e está tentando uma reunião com o Prefeito para tratar sobre o assunto. Disse que a responsabilidade está sobre os ombros dos Vereadores porque precisa ser feito algo e acompanhar de perto, e a culpa não é do empresário, pois o mesmo demonstra preocupação com a situação, então apesar de a culpa também não ser da Prefeitura, precisa cobrar para que seja investido recurso próprio para a realização do trabalho completo.

4 MANOEL MATIAS (MDB)

Falou sobre a indicação que fez solicitando que a Prefeitura realize um serviço de poda nas árvores da cidade, tendo em vista que a empresa energisa fez corte nas árvores para manutenção da energia, no entanto não se caracteriza como uma poda propriamente dita, o fato é que ficou uma coisa muito horrível, citou que na Escola Simon ficou feio e precisa arrumar as árvores com uma poda verdadeira. Sobre a questão do DEPASA está sendo resolvido, já estão colocando a bomba e acredita que resolverá os problemas de água na cidade. Não é de defender o indefensável, mas vê a dedicação do gestor do DEPASA na questão da água. E quais são os fatores de problemas identificados na ETA pela equipe técnica. Agradeceu o Prefeito por não ter medido esforços, ajudou com o material que está sendo usado. Relatou questão da tubulação de algumas ruas que nunca passou uma gota de água e tem que ser consertada. Em relação a questão da rua que precisa de drenagem, destacou que os Vereadores não podem deixar que aconteça a construção sem drenagem porque é um problema que futuramente será mais difícil de se resolver. Disse que o tem que se preocupar com moradores que sofrerão alagação por conta disso.

 

5 ANTONIA CAVALCANTE (PCdoB)

Reforçou as palavras do Vereador Paulo, sobre o Secretário de Obras. Destacou que foi procurada por morador da palestina, relatando que entrou trator para fazer um trabalho e que passou direto para o Divino, deixou o ramal da Palestina de lado, com isso moradores a procuraram para falar com o Secretário. E ela foi questionar dizendo que os moradores iriam fazer um manifesto, ele respondeu grosseiramente que não trabalha sob pressão e ela retrucou enfatizando que ela não o estava pressionando, mas o povo sim iria pressioná-lo e solicitou que ele resolvesse a situação. Pelo que percebeu disse que o Secretário não sabe nem aonde é a Palestina. Dentre outras coisas, destacou que o Secretário não acompanha o povo que está trabalhando e acaba trazendo problemas para a gestão. Outra situação, tratorista no ramal do Rio Grande, puxou canivete para dois pais de família, ambos registraram B.O na Delegacia. Finalizou falando das preocupações com a pavimentação da rua.

6 GILDA ALMEIDA (PSD)

Se solidarizou com a Vereadora Ivelina, desejando que sua indicação seja atendida porque será um problema a menos para a população e para os Vereadores, porque a anos atrás quando foram feitas as ruas não teve fiscalização. Contou ainda sobre os problemas que ela própria vem enfrentando com relação a rua que vive, referindo-se a um bueiro aberto na esquina de sua rua, e citando outras ruas com o mesmo problema. Com isso demonstra sua preocupação com a nova rua que vai ser asfaltada. Reclamou sobre as indicações não serem atendidas, e da gladiação que há entre Executivo e Legislativo. Reclamou de pessoa que disse não ver nenhum trabalho dos Vereadores, no que retrucou que se a pessoa quer reclamar tem que primeiro buscar saber o que está sendo feito e assistir as sessões e se ela quisesse poderia estar mostrando tudo o que está sendo feito. Reclamou que Vereadores são culpados por Prefeito não atender as indicações do Legislativo, que estão findando um mandato de forma diferente da que gostariam, porque queriam estar agradecendo a gestão por atender suas solicitações.

 

7 – WENDELL GONÇALVES (PSDB)

Se solidarizou com a família Prado Velozo, do senhor Chaga Paulino que faleceu recentemente, ele era uma pessoa muito conhecida e querido pela comunidade. Depois, agradeceu à Presidente da Comissão porque chegou vários projetos na Casa e ela sempre está disposta a estudar qual seja o horário, o senhor Antonio Marinho também. Dentre outros assuntos, falou sobre os pontos que alagam na cidade, destacando que foi ver os bueiros citados pelo Vereador Piel e realmente nunca passou uma gota de água por dentro. No que destacou que se as gestões anteriores tivessem feito algo, não estaria como está hoje. Seria mais fácil porque hoje do jeito que está, tem que começar do zero de novo. Depois falou sobre a questão do ramal do Icuriã, que já foi clamado por todos os Vereadores, mas que já está há mais de 20 anos abandonado, porque se cada gestão que passou tivesse feito um pouco, ele já estaria pronto. Mudando de assunto, reclamou que o povo não vai assistir as sessões e que só vão quando tem algo de interesse próprio. Finalizou desejando boa sorte a todos os Vereadores que irão pleitear as eleições.

8- ANTONIO CAMELO (PP)

Falou sobre a questão da pavimentação das ruas, destacando que a Prefeitura se comprometeu em pagar a empresa responsável pelo serviço, para fazer os bueiros, para que o serviço saia completo, mesmo sem ter recursos suficientes advindos do convênio, a Prefeitura utilizará recursos próprios. No tocante destacou que estará cobrando do Prefeito tal contrapartida. Destacou ainda que tem vários pontos na cidade que estão em construção, então aos poucos a gestão está consertando os lugares mais críticos da cidade. Depois falou sobre o DEPASA, Educação nas gestões anteriores, enfatizando que nenhum Prefeito faria mais do que o que o Zum fez por essa cidade, levando em consideração as dívidas que a cidade tem. Finalizou falando sobre os professores terem entrado na justiça e terem ganhado a causa e que caiu em precatórios; também falou sobre os valores recebidos pela Prefeitura para manutenção de ramais no ano passado. Sobre o Icuriã, na gestão do Edvaldo Magalhães teve reunião na ALEAC, aonde foi aprovada piçarramento do Icuriã, mas não fizeram até hoje, então Prefeito e Vereadores tem que cobrar da Assembléia.

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.