27ª SESSÃO ORDINÁRIA DO LEGISLATIVO DE ASSIS BRASIL

por Antonia Nascimento publicado 17/10/2019 12h29, última modificação 17/10/2019 12h29
Horário das sessões agora é a noite a partir das 19hs

1 PAULO SALES (PP)

Agradeceu a Deus pela sua vida e de todos os seus amigos. Fez reflexão de como está a conjuntura municipal politicamente e com respeito as demandas boas e ruins para o município. Disse que a menos de um ano das eleições municipais Assis continua de mal a pior, ruas esburacadas, escuras, e que faz vergonha para os vereadores saírem às ruas porque são cobrados e não é culpa da Câmara porque todos os vereadores têm cobrado.  Disse que a escuridão tomou de conta das ruas e somente quem tira proveito é a marginalidade. No demais disse não haver incentivo para o homem do campo, que se encontra abandonado sem alternativas para trabalhar, então não vê margens de um futuro melhor para seus filhos e netos, uma vez que investir em colônia já não é suficiente. Falou que tampouco há incentivos para a juventude, o município não oferece lazer, esporte ou algo que forneça diversão aos jovens, diferente do que se vê no Perú que tem uma praça bonita e locais de diversão para o público. Dentre outras coisas, contou haver percebido que Zum ficou em último lugar em uma pesquisa recente e que fazendo reflexão viu que não é culpa dele porque Zum é boa pessoa, trata todos bem, mas a culpa é da sua equipe de governo. Se ele tivesse atitude de mudar o governo, tem certeza que ele estaria em outro patamar. Zum é inteligente, mas está perdido, porque seu governo está nas mãos de pessoas que não querem o bem do povo. Nisto espera que o próximo prefeito não faça compromissos durante a campanha com pessoas de toma lá dá cá, porque assim terá os pés no chão e poderá tomar atitudes diferentes.

 

2 MANOEL MATIAS (PSD)

Parabenizou pelo dia dos professores, destacando que o professor é uma classe que tem que ser valorizada, mas infelizmente só é visto no tempo da política, que o fator muda quando as pessoas chegam ao governo. Nisto destacou que o professor deve ser valorizado não apenas com um bom salário, mas acima de tudo com respeito, uma vez que o professor muitas vezes é humilhado pelos alunos.  É uma classe sofredora, muito importante mas que não tem reconhecimento. No que avaliou que a Educação não é feita apenas com gestão, mas sim com recursos, nisto vê que as escolas estão em sua grande maioria precisando de recursos, de merenda, melhoria em estrutura, etc. Disse que fica triste em ver o professor quando quer buscar seus direitos tem que ir à justiça. Dentre outras coisas, disse que o Município está em situação decadente, porque o dia dos professores é comemorado no município vizinho, nisso questionou se Assis não tem um lugar adequado para fazer tal comemoração, relatando saber que tem alguns professores que não podem ir pois não tem transporte. Mudando de assunto, indicou que a classe de Vereadores deve fazer algo para melhorar sua imagem. Finalizou refazendo cobranças acerca dos banheiros das Endemias, destacando que já fez indicação para tal e está no aguardo de respostas. Acrescentou que a Secretaria de educação foi para o prédio e limpou o local aonde eles faziam as necessidades, então hoje não tem nem onde irem. Nisto solicitou em caráter de urgência, que seja construído o banheiro para aqueles funcionários.

 

3 WENDELL GONÇALVES (PL)

Falou da indicação que fez para a comunidade do Catianã, aonde fez visitas e viu comunidade fazendo valas e entupindo atoleiros, foi cobrado para que fizesse tal indicação e por isso encaminhou ao Vice Prefeito, pois é de suma importância a realização de melhoria naquele local, com a construção de vala e aterro. Falou sobre escolinha de futebol que está tendo a tardezinha, nisto parabenizou a equipe de esporte, porque é muito bonito de se vê quando passa a tardezinha as crianças praticando esportes, pois é um incentivo para que não entrem na marginalidade, bem como tira eles um pouco da frente do celular. Mudando de assunto, falou que viu que a arrecadação do município melhorou, mas relembrou que que o Armazém paraíba, para caminhão na esquina do Beto e enche a Toyota de mercadorias para enviar ao Perú, fato este que está prejudicando o município na arrecadação, uma vez que isso acontece 4 vezes por semana, então Município está perdendo receita. No tocante pediu apoio dos demais pares para buscarem soluções para essa problemática. Finalizou parabenizando os professores pelo seu dia, porque todos fazem o papel essencial na educação do país, mas que infelizmente são os que tem menos remuneração.

 

4 ANTONIA CAVALCANTE (PCdoB)

Falou das visitas que fez na zona rural, destacando que fez indicações para ser aberto diversos ramais que não foram atendidas, então está muito difícil andar naqueles ramais porque não foi passado nenhuma máquina. Depois fez a leitura de uma matéria que saiu sobre o transporte da Secretaria de Saúde, na qual uma usuária do serviço chamou a atenção para problemas piores que venham a acontecer, tais como um acidente com as pessoas que são levadas até Rio Branco, aonde citou que dessa última vez o transporte quebrou e quase não conseguiram arrumar, então é um grande risco de acontecer acidentes. No demais, parabenizou o Secretário Tony por uma indicação que fez pedindo cadeira de rodas para aluno da Escola São Sebastião e foi atendida. Parabenizou os professores pelo seu dia, lendo uma linda mensagem para eles. Depois reclamou da disparidade entre o salário do professor, do médico, do Juíz e do advogado, uma vez que todas as demais profissões passam primeiro pelas mãos do professor. Destacou que não é desmerece o trabalho do médico, mas primeiro tiveram que passar pelo professor. Falou dos pisos salariais de cada um, destacando que o do Juíz é mais de R$ 20.000, do médico é cerca de R$ 10.000,00 enquanto que o professor é R$ 2.577,74 de carreira. Nisto citou que o professor da zona rural é pai, é zelador, é cozinheiro e muitas outras coisas, mas seu o salário é de R$ 1.200,00 nisto fica indignada porque estes professores fazem muito mais que os outros e recebem menos. Mudando de assunto destacou ser injusto, o município não receber os impostos do armazém paraíba, porque é um dinheiro que seria destinado as porcentagens para a saúde e educação. Reclamou que as empresas que prestam serviços para o município de Assis Brasil, não estão pagando o imposto de 5% que é devido, então precisa ser vista essa situação. Finalizou falando sobre o ofício que fez pedindo a prestação de contas da Presidente da Casa, no que explicou não ser perseguição, mas precisa haver transparência. No que destacou que quanto à Prefeitura, não dá pra saber porque não tem portal de transparência.

 

5 CLÁUDIA GONÇALVES (PSD)

Homenageou os professores lendo uma mensagem de gratidão e respeito a todos os professores. No que agradeceu a todos pela paciência, pela partilha de conhecimento e pelos ensinamentos para a vida. Relembrou seus tempos de escola, na escola Alonso Gomes Gonçalves, localizada na zona rural. Mudando de assunto abordou sobre indicação que fez em nome do Prefeito Zé do Posto, houve equívoco porque o Zum não passou oficialmente o mandato para o Zé nesse período de afastamento de 13 a 31 de Outubro por questões burocráticas, e que a indicação é para que a Prefeitura realize melhoria na rua Juvenal Duarte, no sentido de fazer tapa buracos no trecho em frente à casa do taxista Manoelzinho e em frente à Casa da Lecy. Além dos buracos, falou das ruas escuras e falta do diesel para realização de trabalhos nos ramais. No demais criticou as pessoas que reclamam do Vereador por não executar certas coisas, no que destacou que os vereadores não têm esta autonomia. Disse que encaminhou ofício para a prefeitura solicitando a arrecadação do município, para já se preparar e estudar o orçamento, no que foi respondida com brevidade. Finalizou destacando não ter ficado chateada com o ofício da vereadora Toinha, porque não está fazendo nada errado muito menos escondido. Informou ainda que quem quiser acompanhar o orçamento e finanças da Câmara pode acessar o portal da transparência que está tudo lá. Mas que na próxima terça-feira estará fazendo a apresentação dos gastos em sessão plenária. Finalizou reafirmando que não fica chateada porque todo vereador pode fazer solicitações e requerimentos dessa natureza e com certeza será atendido.

 

6 GILDA DAMASCENO (PL)

Parabenizou todas as crianças pelo seu dia, contando que muitas comemorações nas escolas. Parabenizou também os professores e todo o Brasil, especialmente os de Assis Brasil. Parabenizou inclusive aqueles que já se foram e deixaram o grande legado no município, como exemplo a Tereza Cristina, Rita Ferreira, entre outros, destacando que as famílias devem estar tristes porque eram professoras que tinham grande iniciativa dentro do município para fazerem as coisas acontecerem. Tereza Cristina foi sua professora e Rita Ferreira foi sua grande amiga, por isso presta homenagem. Mudando de assunto contou ter ficado revoltada ao ouvir um áudio do médico do km 02, aonde ele fala que não iria atender as pessoas no posto para dar laudo e sim daria laudo em sua casa e cobraria o valor de 50 reais. Disse que irá trazer o áudio para mostrar na tribuna. Destacou que algo não está correto, porque o médico não tem consultório em Assis Brasil. Disse que vai buscar maiores informações e vai comprar essa briga, porque se ele está ganhando do município e a pessoa for lá no posto no horário do seu trabalho ele tem a obrigação de dar o laudo. Disse que irá procurar o Secretário de Saúde, para ver tal situação e saber se o médico realmente tem razão e ela que está errada. Dentre outras pautas, contou que ouviu o Prefeito dizer que tudo que o vice fizesse na sua ausência, estava feito, então veremos agora. Pois para ele ficar mais de 15 dias fora, tem que ter algum documento na Prefeitura dando respaldo para o Vice fazer o que quiser, no entanto se não tiver documentado, esqueça. Destacou que agora é a vez do Zé fazer o que deve ser feito, para ver se o Prefeito desfaz ou não. Finalizou dizendo que Zé tem muita vontade de trabalhar, que pode não ter espaço e condições, mas vontade ele tem.

 

7 IVELINA MARQUES (PT)

Parabenizou pelo dia dos professores, destacando que não é uma tarefa fácil, mas é uma profissão muito bonita e existem pessoas que são apaixonadas pelo que fazem, inspirando nossos filhos. Destacou que no momento não está dando aulas, mas tem intenção de voltar, pois irá fazer um concurso para lecionar em Rio Branco. Falou sobre a aprovação do Projeto para inserção de um psicólogo e Assistente Social nas escolas (que foi vetado), no que destacou que os professores em sala muitas vezes precisam de tal suporte nas escolas. Compartilhou das falas dos Vereadores que usaram a palavra antes dela. Disse que estão chegando no último ano de mandato e as cobranças são as mesmas. Destacou que tem muitas pessoas de fora que julgam muito o trabalho do Vereador, achando que eles podem fazer muitas coisas que na verdade não podem. Sobre a questão do Zé, ficou impressionada porque passou pela Casa o requerimento de afastamento do Prefeito, existe amparo legal para que o Zé assuma a Prefeitura. Destacou que Vereadores precisam se posicionar quanto a isso. Finalizou falando da questão dos ramais que precisam ser feitos com urgência, pois aparentemente o inverno irá se antecipar. Depois questionou a campanha do Outubro Rosa porque não ouviu nada sobre agendamento de exames.

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.